July 06, 2017 at 09:33PM

Twitter virou uma muralha de ruído. Me lembra a bolsa de valores, onde todo mundo berra e ninguém se escuta. Uns 10 anos atrás ele era bem útil para fazer contatos com editores, tradutores, outros autores, autores estrangeiros, etc. Minha estreia como tradutor de romances (com Rei Rato, do China Miéville) se deve ao Twitter, que foi onde contatei a Ludimila Hashimoto, que me indicou para aquele trabalho.
Tenho a conta lá, mas há muitos anos está no automático, com tweets muito ocasionais. A cada tweet meu tenho a sensação de estar jogando uma moeda em um poço vazio. Estou pensando em fechar as portas ali, até já pedi o arquivo dos meus tweets para eles. Me parece um site inútil hoje em dia, uma parede de entropia. Vocês ainda estão lá? Acham útil ainda?

Posted in FB, Literatura.

Alex Mandarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *