LISTA DE NATAL DO HYPERVOID:

Para todos os amigos de boa vontade e paz nos seus tenros, rosáceos e aveludados corações natalinos. Façam o Hypervoid feliz neste Natal:

1) A Voz do Fogo, de Alan Moore.
2) Futuro Proibido, coletânea com William Gibson, William Burroughs, Rachel Pollack, Richard Kadrey e outros.
3) Broken Sword 3 – The Sleeping Dragon.
4) Deus Ex 2 – The Invisible War.
5) The Invisibles – Invisible Kingdom.
6) Algum tarô legal, como o de Crowley.
7) A futura caixa com os DVDs de Matrix, Reloaded, Revolutions e Animatrix.
8) Syberia.
9) Uma viagem para este lugar.
10) The Couriers: Dirtbike Manifesto, de Brian Wood.
11) The Longest Journey.
12) Slaughtermatic, de Steve Aylett.

Ou ainda um destes aí de baixo, para ser usado especialmente
nos postos de atendimento, lojas e sede da Telemar.

Image hosted by Photobucket.com

Textos Bizarros

Vale lembrar que tenho colocado mais textos bizarros e hypervóidicos nos fotologs, AQUI e AQUI 2, em uma espécie de prolongamento deste blog. Cuidado!

Vizoo – Diatribe

E a minha nova coluna mensal na revista Vizoo estreou este mês (na edição de novembro). O nome da cuja é Diatribe e, nesta primeira edição, volto a detonar os manés modernóides da cena “electro” carioca (e também detono os jornalistas que os detona, porque ninguém é de ferro e adoro ser esquizofrênico).
Vale a pena, a revista está bem legal. Confiram a Vizoo.

Fiiiu

Ufa.
Como dizem sabiamente os ingleses, eu precisava “get this off my chest”. Agora estou sentindo um alívio reichiano.

Alive! It’s Alive!

O Hypervoid está morto. Viva o Hypervoid!

Este blog foi morto oficialmente nesta quinta-feira mas, como um zumbi de George Romero, continuará caminhando e falando incongruências enquanto digere cérebros e baba miolos. Cuidado. Ele pode caminhar na sua direção. Enquanto este morto-vivo ousa se atualizar, estou preparando a nova versão do Hypervoid, que deixa de ser um blog e passa a ser um site. O blog se tornará parte da página inicial, mas o restante do site contará com coisas mais divertidas e bizarras, como meus contos, matérias, entrevistas, scripts, etc. Esperem o novo Hypervoid entrar no ar e, enquanto isso, divirtam-se com o morto-vivo. Ele sabe cantar e dançar. Look, mom, no brains.

Tuesday, September 23, 2003 at 12:35 PM

Yo, voltando à nossa programação normal, após 12 dias de intensa ralação no 5º Salão Nacional do Livro Infanto-Juvenil, no MAM. Nesse meio tempo, acompanhei somente alguns sites de notícia, as listas que eu assino e poucos blogs. A Internet está pirando ainda mais! A síndrome do “eu também quero ser estrela” está tendo suas crises, pessoas enlouquecendo e mandando o ego para a estratosfera por meio de chutes e pontapés (na falta de gás hélio natural, tenta-se a força bruta). Infelizmente, esse processo tem revelado poucas estrelas e muitos buracos negros, sugadores de tudo o que há em volta (até mesmo da luz, lembram daquele filme meia-bomba da Disney?).
Enfim, tudo continua como estava, só que mais patológico ainda. Essa obsessão com a transformação da imagem privada (em mais de um sentido da palavra) em púb(l)ica merece teses e mais teses. O engraçado é que acaba impondo à Internet uma faceta farsesca e bem conservadora, transformando algo libertário e anárquico por natureza em um imenso deserto de wannabes Big Brother. É um processo curioso, porque o grande ponto libertador da Internet é a possibilidade de veiculação de artefatos os mais diversos. Quem diria que, após tanto tempo reclamando seu espaço, este espaço viria justamente em uma época em que a maioria não têm nada a dizer/mostrar/escrever/aprender?

Go, McLuhan, go!

Mooning

Festa ontem na casa de meu amigo homem da lua. Muito legal.

Musique Non Stop

Finalmente atualizei o Harper’s Bizarre. Infelizmente, desta vez o texto pode ter menos apelo para quem não se interessa pela cena de música eletrônica. Falo da cena electro, das diferenças gritantes de comportamento entre as cenas do Rio e Londres e sobre a “cobertura” do nosso ridículo “jornalismo cultural”. É có clicar aqui para entrar no Mundo de Bizarre.

Mas aguardem que outro texto deverá ir ao ar no site ainda esta semana.

Em casa, gripado, sem muita vontade de escrever. Engraçado como a gripe deixa você mais sensorial e menos racional. Ouvindo o CD do David Holmes.

Fotolog

Depois de reclamar das idéias de alguns fotoblogs que eu vi, fiz o que deveria: resolvi criar um. ; )
O novo rebento já pode ser conferido aqui (e o recém-nascido não mudará em nada o Hypervoid, claro).
A idéia é simples: postar imagens que, antes de tudo, tenham um visual ou enquadramento legais. Valem fotos e desenhos, imagens em 3D, qualquer coisa. Acho que vai ficar bacana.