MicroContos

O Hypervoid continua firme em sua missão de se tornar o Void.Net!

Já está no ar o segundo site irmão do Void, o McQueen – MicroContos. O site é composto de textos curtos, contos de dois ou três parágrafos, inspirados em uma imagem. A imagem e o conto focam sempre na mesma estética ou ambientação, criando uma ficção curta e voltada para a Web. Confiram clicando aqui ou no menu de links aí ao lado.

Em breve estarão prontos os sites do Chip Totec (meu projeto de música eletrônica), a página de links, a página de downloads e uma surpresa especial para quem gosta de games.

Nova Entrevista

E o André Kenji me entrevistou para o Estação Lugar Nenhum, ótimo blog criado e mantido por ele. Ele exagerou pesado na introdução (Kant e Freud, Kenji? Mas obrigado! ; ))), mas a entrevista ficou divertida. Basicamente, eu falo sobre a Internet e os meios de comunicação. Quem quiser ler é só clicar aqui. E dêem uma olhada nos outros locais da Estação, porque de lá só parte trem bacana.

Calor Burro

Estava sem conseguir escrever, em uma fase que durou uma semana e parece estar passando. Não consigo pensar com o calor que estava fazendo aqui no Rio. Esse tipo de clima não foi planejado para que seres humanos vivessem nele.

Um Ano de Hypervoid!

E hoje (26 de janeiro) é o aniversário de um ano do Hypervoid! Parabéns para o blog!!

As comemorações tardam mas não falham: em fevereiro, finalmente estréia a nova versão do bom e (não tão) velho Void.

E aproveito esse um ano de vida do Void para agradecer a todo mundo que acompanha e comenta (ou não) regularmente por aqui. Não vou fazer uma lista, porque fatalmente eu esqueceria de alguém. Mas obrigado MESMO a todo mundo!

Visitantes

Dos visitantes do Hypervoid neste mês, 71% eram do Brasil; 3% dos Estados Unidos; 2% de Portugal; e 24% de “outros países”.

Do total deste mês, 72% dos visitantes usavam Internet Explorer 6; 22% usavam o Internet Explorer 5; o Gecko 3 era usado por 3%; enquanto o Firebird e o Netscape Navigator 7 eram usados, cada um, por 1%.

O sistema operacional usado por mais visitantes é o Windows XP (49%), seguido do Windows 98 (30%), Mac OS (8%), Windows ME (7%), Windows 2000 (3%), Windows NT (1%) e Linux (1%, dois caras). Um só cara usa Windows 95 (0%).

Entre os mesmos visitantes, 43% digitaram a URL do Hypervoid diretamente no browser. Outros 29% vieram parar aqui através de mecanismos de busca (na ordem: Google, Yahoo, AltaVista e Radar UOL); e 27% vieram a partir de links no meu fotolog (o Top 550) e em outros blogs.

Um Ano

No dia 26 de janeiro o Hypervoid completa um ano de existência divertida. Aguardem ainda este mês a total mudança nesta página, com novo visual e conteúdo. Vai ficar legal.

Re-Soluções

Re-Soluções de “Ano Novo” (VoidSoft: the best Re: solutions for your sigilation needs):

1) Manter mais perto os meus amigos (os verdadeiros, sejam “reais” ou “virtuais”).
2) Obter mais grana (mal necessário).
3) Mais sexo (nunca é demais).
4) Escrever mais e melhor.
5) Ler mais. Tem muita coisa na minha lista.
6) Perder menos tempo em listas de discussão (vou cortar minha participação a apenas duas delas).
7) Dar andamento ao Chip Totec (em nova fase) e ao projeto misterioso.
8) Terminar o Tarô e o e-pifania.
9) Manter distância de vudus, vampiros e manés em geral, que abundaram em 2003. Xô, mocorongada.
10) Amplificar e upgradear o poder dos meus sigilos. Upload com o tesserato.
11) TERMINAR a montanha de projetos atuais (os dois livros, a nova demo, o novo site, o projeto misterioso).
12) Aproximar mais as pessoas legais (artigo em extinção).
13) Ignorar as flame wars e perdas de tempo internéticas.
14) Resumir minha participação na Internet somente às minhas coisas.
15) Viajar mais (fisicamente).
16) Arrumar um emprego propriamente dito (brasileiros simplesmente não pagam free-lancers. Cansei de fazer trabalhos que terminam sendo favores de graça involuntários).
17) Jogar mais games (joguei pouco em 2003, graças ao caráter exclusivista e addicted de GTA).
18) Aprender a lidar com runas e i-Ching.
19) Voltar para o kung-fu.
20) Parar de fumar (coisa mais cafona).
21) Aprender espanhol ou italiano.
22) Parar de atirar para todos os lados ou ao menos concentrar as balas em um só alvo (ou em alvos semelhantes).
23) Ignorar a “Academia”.
24) Aproveitar o fato de que meu nome, minha data de nascimento e os dois juntos dão sempre o número 23 e exigir a atenção da Caosfera.
25) Tomar mais alguns E’s.
26) Ir morar nos Pireneus. Ou na Escócia. Ou talvez na Escandinávia.
27) Comprar os TPBs de Invisibles e New X-Men que me faltam.
28) Parar de comprar qualquer edição nacional de quadrinhos (essa praticamente já faço há mais de um ano, com a exceção de uma só coisa, que irá para o espaço também. Os editores nacionais são uns manés e merecem meu boicote).
29) Parar de dar atenção por pura educação a coisas ruins e fazer as minhas coisas.
30) Cortar os cordões umbilicais que ainda me prendem ao desgraçado, egocêntrico e pobre mundo do “jornalismo”.
31) Parar de falar com as pessoas que só aparecem uma vez por ano para me pedir favores pelo telefone.
32) Parar de falar com puxa-sacos que só aparecem quando estou trabalhando em algum jornal ou revista.
33) Fazer meu primeiro filme.
34) Fazer 34 anos e continuar com cara de 27. E então dominar o mundo.

15 Mil

O Hypervoid acaba de ultrapassar a fronteira das 15 mil visitas. Obrigado a todo mundo que vem conferir este tenro e aveludado site, seja para postar mensagens, ler as bizarrices, conferir o que ando fazendo, lurkar ou o que quer que seja. Valeu!

A nova cara do Hyper está quase pronta e deve estrear mais ou menos no dia 26 de janeiro (talvez antes), quando esta versão do Void completa um ano de existência. Sim!!

E fica aqui o pedido para que me ajudem a divulgar o endereço do site. Contem para seus amigos, vizinhos e parentes! Ajudem um Void neste Natal.

Jingle Balls

Nos últimos dias e hoje tenho ouvido de muitas pessoas (seja in loco ou via e-mail) de que o Natal é algo deprê, que odeiam a data, etc etc etc.
Pois querem saber? Esse papo é muito chato e parece birra de meninos de 8 anos querendo chamar atenção (é como contar piadas envolvendo a Virgem Maria ou algo assim). Enfim, não é rebelde ou nada: é apenas o maior clichê dizer que “odeia Natal” e sei-lá-mais-o-quê. Vamos lá, tentem me surpreender.

Como os clichês trocam de lugar e o que era original vira clichê e o que era clichê se torna novamente interessante (upgrade motivado pela expulsão), só me resta dizer:

FELIZ NATAL!!!

Que essa noite seja o máximo para todos aqueles que visitam, lêem e comentam nesta página.

Salada

Um conhecido me diz que o Hypervoid é legal, mas chato de ler porque os temas variam muito. Eu acho essa versatilidade legal, ajuda a não cansar o leitor. De qualquer forma, não é TÃO versátil assim. As coisas que posto aqui geralmente são sobre cultura pop (cinema, quadrinhos, games, música eletrônica, rock), Internet, informática, conspirações e ecologia. O leque não é tão amplo a ponto de virar uma verdadeira salada.

Mas, por outro lado, nada melhor que uma boa salada com azeite extra-virgem, rodelas de cebolas, vinagre e sal!