Terra Incognita

TERRA INCOGNITA

4398215-22655286-thumbnail

Narrativas do desconhecido quebradas a cada esquina. A voz das esquinas quando entram em loop e os loops dobram as esquinas da voz. A praia embaixo da calçada sob a floresta sob o oceano. O lugar que sempre escapa e a risada no final.

Terra Incognita é Leandra Lambert, Alexandre Mandarino e muitas incógnitas.

Realizam composições eletrônicas experimentais que estabelecem relações com outros elementos, tais como: a edição e organização de vestígios sonoros de performances; escritas, desenhos, fotografias e pinturas agindo como geradoras de som, interpretadas como frequências audíveis; e improvisos vocais editados e processados, que se aproximam da text-sound composition e da poesia sonora. Som, texto, imagem e sentidos em mutação.

I Festival de Cultura Digital, Teatro do SESI, Centro do Rio

I Festival de Cultura Digital, Teatro do SESI, Centro do Rio

Ambos experimentam com a música eletrônica desde os anos 90. Alexandre levou seu projeto independente Chip Totec até meados dos 00s. Leandra criou os projetos Voz del Fuego (anos 00) e Inhumanoids! (anos 90) e fez parte do Dziga VertovLuna ChipMulher Espaciale do Skygirls de Rogerio Skylab. Já participou de vários CDs e se apresentou em lugares e eventos como: I Festival de Cultura Digital, Electro from Hell eDorkbot no Circo Voador, Motomix Art Music no Espaço das Américas, FILE Hipersônica SP, D-Edge, Parque Lage, Fundição Progresso, Odeon, Odisséia, Plano B Lapa e Cinematèque, entre outros.

I Festival de Cultura Digital, Teatro do SESI, Centro do Rio

I Festival de Cultura Digital, Teatro do SESI, Centro do Rio

Em 2009 os dois começaram a trabalhar juntos, em arte sonora e música:As Três Torres foram apresentadas no evento Arte Sonora, no Parque Lage e agora estão no catálogo do selo multimídiaTALADA jpg > ADA wavfoi selecionado para a exposição internacionalCelebrando Ada, da galeria virtual blanktape e uma versão de Kiss Kiss Kissde Yoko Ono, entrou para o CD Mrs. Lennonem 2010. Cortina de Ruínas recebeu o primeiro lugar no III Concurso Latino-Americano de Composição Eletro-Acústica Gustavo Becerra-Schmidt em 2012, no Chile, na categoria eletrônica-experimental.

Leandra Lambert também é artista e realiza experiências sônicas, visuais, textuais e performáticas. Doutoranda em Artes pela UERJ e representada peloTAL – Tech Art LabAlexandre Mandarinoé escritor, com trabalhos publicados em antologias. É tradutor e editor da revista online bilíngueHyperpulp, publicação independente de literatura e arte.

Texto de Leandra Lambert

Fotos na Conecta - The Wrong New Digital Art Bienalle

Fotos na Conecta - The Wrong New Digital Art Bienalle

Fotos na Conecta - The Wrong New Digital Art Bienalle

Fotos na Conecta – The Wrong New Digital Art Bienalle

 

Nota no Transcultura

Nota no Transcultura