Verbetes

3225708-14059415-thumbnail
Imagem de Andreas Rocha

 

O bibliotecário mentiu. As estátuas nada tinham a dizer. Esperei, escutei, observei, falei sozinho. Em troca, apenas a eloquência comum a qualquer bloco de mármore ensinado a fingir formas mais curvas. O vento empoeirado soprava a partir das Montanhas de Ferro, cobrindo a resposta que eu sabia estar presente em algum ponto do jardim. Inútil entrar no velho casarão. Era óbvio que as letras, palavras, frases e páginas estavam aqui fora. Impressas a esmo nos galhos e sebes, copidescadas nos pedestais, acentuadas nas ranhuras do piso de pedras, sublinhadas pelos últimos raios de sol e, em breve, concluídas pelo breu.