bullit

O suor lubrifica o volante da Maseratti, enquanto as luzes e neons se borram em manchas de Rorschach warp speed. Monet Mach-7, o impressionismo se tivesse sido criado por Marinetti. Agora acredito em fantasmas. São os guardas de trânsito, as velhas com pacotes, os senhores de terno, as mulheres fazendo jogging e todos os outros que passam como poltergeists pelas janelas laterais – visão insulfilm do purgatório. Meu pé direito pisa com mais força, apesar da câimbra. Os dois lados do meu cérebro se hiperativam, concentração e ecstasy da velocidade. E não, você ainda não entendeu. O que me move tão rapidamente para a frente não é a competição, tampouco um instinto sádico. Também errou se pensou em amor pela “adrenalina” e termos igualmente cafonas. O combustível da minha Maseratti é a dúvida; a indefinição sobre o que virá primeiro: o choque ou o orgasmo.

Posted in Nano-Contos.

Alex Mandarino

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *