DVDs

Os filmes alugados deste fim de semana foram seis. Finalmente vi A Morte Será Sua Herança (The Wild Bunch), de Sam Peckinpah. O “poeta da violência” fez essa pérola do oeste em 1969, com os sensacionais William Holden, Ernest Borgnine e Robert Ryan. É um raro caso de título nacional que se encaixa muito melhor ao filme que o nome original. Revi O Chamado, que desta vez foi bem menos assustador do que no cinema, mas me reafirmou que Gore Verbisnky tem um incrível senso plástico. Vi ainda Ronin, de John Frankenheimer, que me surpreendeu. Mais um daqueles filmes de “mulher arrogante reúne bandidos e mercenários para uma missão estranha”, de que tanto gosto. Frankenheimer dirigiu em 1962 um clássico total do drama conspiratório: The Manchurian Candidate. Neste Ronin, ele cria papéis perfeitos para Robert De Niro, Jean Reno e Sean Bean.

Isso foi na sexta; ontem vi mais três. Revi Shrek e o sempre sensacional Conan, o Bárbaro, que permanece uma obra-prima após mais de duas décadas. John Milius, além de excelente roteirista (Apocalypse Now) é um puta diretor. E vi Mistérios do Passado, filminho legal com Guy Pearce e Helena Bonham Carter, sobre fantasmas, mortes acidentais e traumas. De um certo Michael Petroni, que não conheço mas fez um trabalho bem decente.

Posted in Cinema and tagged .

Alex Mandarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *