Por Um Punhado

Tem um novo conto meu lá no Hyperfan – e gosto muito deste em especial. O nome é “Por Um Punhado de Dólares” e se passa no Quarto Círculo do Inferno de Dante: o círculo para onde vão os ávaros, sovinas, mãos-de-vaca e adoradores do vil metal. O lugar é comandado por Shumma-Gorath, espécie de monstro lovecraftiano que existe desde o início dos tempos do universo anterior ao nosso. Uma enorme bola de carne putrefata com um único e gigantesco olho – e telepata. Saiba o que acontece quando um anjo cai inadvertidamente (?) neste lugar tão terrível. Gostei muito deste conto. Dêem uma olhada aqui e deixem seus comentários.

Posted in Literatura, Novidades and tagged , , .

Alex Mandarino

9 Comments

  1. Aê, doido!

    Pode ser que minha burrice tenha me impedido de encontrar isso, mas acho que nao tem mesmo.

    Partindo desse princípio, sugiro: por que você nao coloca um index aqui com todos os contos que já fez no hyperfan?

    Quanto aos dólares, lerei já, e comento em breve.

    Posted by Massula at 18:56 Friday April 25, 2005

  2. Grande Massula!

    Você tá certo, esse índice não existe aqui no Hypervoid. E realmente faz falta, é uma boa idéia. Valeu!! Vou cuidar disso agora mesmo. Vou tentar criar uma página com links para cada um dos contos e aí adiciono a categoria “Hyperfan” no menu aí da esquerda.

    Valeu pela dica, cara!

    Ah, depois me diz o que achou dos “Dólares”. ; )

    Posted by Alexandre de Jarem Mandarino at 18:56 Friday April 25, 2005

  3. Fiquei com dó do penoso, tadinho… pagando pelos erros de uma religião que não escolheu e não podia deixar de seguir.

    “in Shumma we trust” é ótimo!

    Soros merece pior!

    Posted by Anônimo Veneziano at 18:57 Friday April 25, 2005

  4. Embora eu gostasse, a verdadeira Divina Comedia de Alexante Alighierino está no conto do Lobo. Li hoje.

    MUAHAHAHAHA!!!!!!!!!!!! Na tua cabeça está a soluçào pra crise de energia! Dá pra acionar todos os biodigestores do mundo! É de mijar de rir!

    Do Coprofax aos títulos de cada capítulo, da junção de elementos de vários universos ao popozão da Sif temos uma obra-prima de Alanxanre Moorandarino!

    “Deus Congelado”? Num repeita nem o Papai Walt?

    Posted by Anônimo Veneziano at 18:57 Friday April 25, 2005

  5. Macumba pós-moderna?

    Feitiçaria binária?

    Premonição monetária?

    Caralho, acabei de ler isso e regozijei-me com minha conta bancária em vermelho.

    Você me surpreendeu, Manda.

    Embora esse negócio de hierarquias demoníacas remonte à Idade Média, li, certa vez, um livro que readaptava esses conceitos transformando demônio em onbusdsman e padroeiro de traficante. O livrinho, raso como um pires, fez com que eu começasse a duvidar do potencial dramático das idéias associadas por ele. Inclusive a hierarquia do inferno.Você mudou minha opnião. Com todas aquelas metáforas demoníacas sua história me causou um friozinho na barriga e o final foi matador (e isso não foi um trocadilho barato:).

    Enfim, muito bom.

    Agora chega!

    Em tempo:Kudos para os homens-cofrinho! (não, não foi outro trocadilho barato).

    Posted by Massula at 18:57 Friday April 25, 2005

  6. Ei, valeu MESMO, galera!! Vocês fizeram o meu dia!

    Anônimo:

    O Lobo é mesmo hilário, eh, eh. Foi a primeira coisa que escrevi pro Hyperfan, lááá atrás (a série começou a sair ainda em outro site, só a partir do número 2 ou 3 é que foi para o então estreante Hyperfan). Eu queria continuar escrevendo o Lobo, mas de todos os personagens acho que é o que mais exige de você, porque os quadrinhos do Lobo são extremamente gráficos, como um desenho do Papa-Léguas – e converter isso pra texto é bem puxado.Mas fico feliz que você tenha curtido – e achado engraçado. Além das maluquices, o objetivo principal da série do Lobo era esse mesmo: fazer o leitor rir ; )))E valeu MESMO pelos elogios e comentários, Veneziano! Adorei!

    Posted by Alexandre de Jarem Mandarino at 18:58 Friday April 25, 2005

  7. Massula:

    Obrigado, cara!!E pois é, quando o tema da minissérie foi decidido, eu gostei mas também pensei “os círculos infernais? Não sei se vou conseguir escrever algo que preste com isso”. Nunca tinha pensado em abordar esse tema, mas também me surpreendi gostando de escrever sobre ele. Tanto que me ofereci para escrever o Sexto Círculo, que tava vago (o texto do Quarto Círculo foi entregue primeiro, apesar de só sair depois, por causa da ordem infernal).E fico feliz que tenha gostado das idéias (os homens-cofrinhos são absurdos, eh, eh)! Obrigado mesmo.

    Ah, Anônimo, sobre o anjo: além dele acabar pagando o pato do cristianismo, ele também foi escolhido graças a uma aposta feita pelo Shumma, que nunca perde uma chance de ganhar um dinheiro ; )))

    Posted by Alexandre de Jarem Mandarino at 18:58 Friday April 25, 2005

  8. somos suas fãs desde o século retrasado!!!! gostaríamos muito que vc lançasse um livro logo pra podermos trocar figurinhas!!!! vc é o nosso escritor favorito!!!!!! e parabéns pelo novo conto que está fantástico!!!!!!!!Posted by anne, emily e charlotte at 18:58 Friday April 25, 2005

  9. Obrigado, irmãs!!! Também sou fã de vocês desde a era vitoriana, quando eu costumava perambular pelo East End trôpego de absinto e vodka, em busca de um derradeiro lugar para descarregar minha vontade de ópio.Posted by Alexandre de Jarem Mandarino at 18:59 Friday April 25, 2005

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *