A Casa do Penhasco

Terminei essa madrugada o ótimo A Casa do Penhasco, de Agatha Christie. Mais um final extremamente surpreendente, nos moldes dos clássicos e revolucionários Assassinato no Orient Express, O Caso dos Dez Negrinhos e O Assassinato de Roger Ackroyd. Desde já coloco A Casa do Penhasco (Peril at End House) ao lado destas três obras-primas. São quatro livros que simplesmente subvertem os clichês do romance policial whodunnit? e não posso cansar de recomendar.

O próximo da lista de leituras cronológicas da Christie, aliás, é Os Treze Problemas, treze contos interligados estrelados por Miss Jane Marple em seu fantástico vilarejo de St. Mary Mead. Descobri que não tenho, o que vai fatalmente me colocar amanhã em nova busca pelos sebos da zona de prostituição da Praça Tiradentes (ô, lugarzinho fedorento).

Posted in Literatura and tagged , .

Alex Mandarino

6 Comments

  1. Olha, frequento aqueles sebos ha anos e num lembro desse treze problemas, apesar de já ter visto muitos livros da A.C.Mas se vir um te aviso.Posted by Anônimo Veneziano at 14:33 Friday April 25, 2005

  2. Serve um Poirot Investiga? (São várias deliciosas estorinhas.) De vez em quando eu vejo um.Posted by Anônimo Veneziano at 14:33 Friday April 25, 2005

  3. Pois é, acho que Os Treze Problemas é um livro meio chato de encontrar. O Poirot Investiga é muito legal mesmo, tenho ele aqui. Essa minha idéia de ler os livros dela na ordem em que foram escritos é foda, porque exige essas procuras pelos sebos de tempos em tempos. Mas obrigado, Anônimo!! Vou lá hoje procurar os Treze…, vamos ver. Torça por mim!Posted by Alexandre Mandarino at 14:33 Friday April 25, 2005

  4. Casa do Penhasco, até onde lembre, nunca li. É tão bom assim? Vou procurar por esse.Posted by Marcelo Galvão at 14:33 Friday April 25, 2005

  5. Achei muito bom, Galvão. Pode procurar sem susto. Não é uma das maiores obras da velha dama, mas a originalidade da história e da resolução valem a pena. Ótimo livro.Posted by Alexandre de Jarem Mandarino at 14:34 Friday April 25, 2005

  6. Me explicando melhor: quis dizer aí no comentário de baixo que não é CONSIDERADO uma das maiores obras dela, mas na minha opinião tá bem lá em cima. Surpreendente, ambiente e personagens envolventes, viciados em cocaína e homossexuais (!!! ; algo raro em Christie) e, claro, o reencontro de Poirot e Hastings. Cronologicamente, A Casa do Penhasco se passa logo após os ótimos O Assassinato de Roger Ackroyd e O Mistério do Trem Azul (ambos com Poirot sem o Hastings) e imediatamente antes do Assassinato no Orient Express; então, já viu: ela tava em sua melhor forma!Posted by Alexandre de Jarem Mandarino at 14:34 Friday April 25, 2005

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *