Camunjunkies

Ativistas pelos direitos dos animais estão putos com cientistas da Universidade de Cambridge, que escaparam ilesos de um processo criminal movido contra eles por terem drogado camundongos e depois os matado com músicas do Prodigy em altíssimo volume. “É revoltante. Eles deveriam ser condenados por crueldade contra os animais”, disse Wendy Higgins, da União Britânica pela Abolição da Vivissecção. Sete camundongos morreram na experiência. Os cientistas injetaram metanfetamina em 40 camundongos e depois os forçaram a escutar quatro horas de Prodigy a 95 decibéis. Os cientistas receberam apenas uma reprimenda da universidade.
Deviam injetar metanfetamina nesses caras e forçá-los a ouvir, sei lá, Rob Zombie por 48 horas.
(Dados da Lotus).

Posted in Ciência and tagged , , .

Alex Mandarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *