Coisas da Semana:

Quadrinhos da semana: O Prisioneiro, de Dean Motter. Minissérie em quatro partes baseada na clássica série sessentista de TV. Desenhos maravilhosos do Motter, com um estilo que remete um pouco ao design e ao desenho de moda. Bem legal (é de 1990, uma pena – deve ser difícil de achar). O site do Dean Motter é bem legal, cliquem aí.
Filme da semana: O Pianista, de Roman Polanski. O que posso dizer? Mereceu a Palma de Ouro e certamente deveria ganhar o Oscar. Direção, roteiro e atuações perfeitas, em um dos melhores filmes da extensa carreira do cineasta polonês. E ainda é perfeito para a atual situação mundial. Vão assistir amanhã mesmo.
Livro da semana: Semana sem grandes leituras. Carnaval dá preguiça.
Música da semana: Son of Mustang Ford, do Swervedriver. Uma das melhores pérolas do rock do início dos anos 90. Swervedriver era sensacional.
Site da semana: Adventureland, site e mecanismo de buscas voltado para o meu gênero mais querido de games: o adventure (que infelizmente, graças à falta de habilidade para pensar típica dos dias de hoje, está em franca extinção). Quanto mais os games avançam tecnologicamente, mais regridem em charme, jogabilidade e inteligência. Mais sobre isso outro dia.
CD da semana: Last Splash, The Breeders. O melhor antídoto anti-chatice do Carnaval. Repitam comigo: “One divine hammer…”
Game da semana: Gabriel Knight – Sins of the Fathers. O primeiro da série, do já distante ano de 1993. Gabriel Knight é talvez o melhor personagem já criado para um game (cortesia da escritora Jane Jensen). Este primeiro episódio mescla vodu, assassinatos em série e New Orleans. Pixels gigantes para os padrões de hoje, musiquinhas em MIDI, mas um charme e um roteiro que nenhum hiper-mega-engine 3D consegue suplantar. Tomara que a Sierra concorde em lançar um quarto episódio da série. É o único título de adventure que sai atualmente por uma grande distribuidora.
Acontecimento da semana: Não é Gabriel Knight, John Constantine nem Jim Crow, mas também está às voltas com os Loas. Michael Jackson fazendo vodu para matar Steven Spielberg é ao mesmo tempo hilário, inacreditável, triste e genial. Who’s Bad?

The Breeders (foto de 2002)
Image hosted by Photobucket.com

Posted in Arte and tagged .

Alex Mandarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *