Pesquisa Forjada

E parece que a tal pesquisa com macacos que “comprovava” que ecstasy matava foi mesmo forjada. Não se sabe se foi involuntariamente e de má fé, mas o fato é que o cientista americano mané utilizou nas experiências e testes não ecstasy, mas metanfetamina.
A troca aconteceu porque ele comprou os Es de um traficante que, como de praxe, vendeu gato por lebre.
Com isso, não se conseguiu provar ainda que o ecstasy provoque qualquer espécie de dano.

O que ninguém, entre detratores e defensores do ecstasy, falou até agora é: que tal essa de matar macacos com metanfetamina em um laboratório do governo?

Posted in Ciência and tagged .

Alex Mandarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *