Prometi para mim mesmo que nunca iria falar de sexo nesse blog. É incrível como se fala de sexo hoje em dia. E falar de sexo é como descrever um quadro ou ouvir um fanho cantando sua música favorita. Será que se fala muito porque se faz pouco? O pior é que não: se faz muito sexo hoje em dia. Talvez se faça mal, mas se faz. Acho que foi o Gore Vidal que disse que “todos os discursos giram em torno de sexo e política”. Como os iguais se repelem e todo discurso é sexual, falar de sexo nem sempre é sexy. E o pior é que, como sexo normalmente é uma coisa feita – pelo menos – a dois, sempre se acaba contando coisas indizíveis de terceiros nos blogs. Na era do “kiss & tell” institucionalizado, eu é que não vou sair expondo outras pessoas. E como narrativas sobre masturbação dificilmente são espetaculares, nada de sexo aqui no Bizarre.

Por falar em Gore Vidal, sempre é bom lembrar que o gore é vital: joguem GTA 3. 

Posted in Pessoal and tagged , .

Alex Mandarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *